Nilko News

EPI, dicas para ajudar na gestão de segurança em sua empresa

10 de setembro de 2019 -

Publicado por Nilko Armários

Os equipamentos de proteção individual (EPIs) fazem parte da gestão de segurança em sua empresa e jamais devem ser ignorados. Empresas que deixam de utilizar EPI e educar seus funcionários para seu uso colocam todos em risco. Acidentes de trabalho causam gastos financeiros, perda de motivação e diversos problemas para a organização. Por isso, você pode conferir aqui 4 dicas para colaborar na segurança de todos na sua empresa ou indústria.

Como melhorar a gestão de segurança na empresa com EPIs

Os EPIs são itens obrigatórios em diversos segmentos. Eles deixam os funcionários mais seguros, previnem acidentes e problemas a longo prazo. Confira algumas dicas para realizar a gestão de segurança usando os EPIs.

1. Ofereça treinamentos periódicos

Assim como em qualquer área do conhecimento, o que não é reforçado, dificilmente, fica na memória. O mesmo ocorre com o uso de EPIs. Muitos funcionários aprendem a utilizar esses equipamentos do jeito errado ou entraram na empresa em um período turbulento demais e não foram treinados adequadamente.

Só existe um problema: um funcionário que usa seu EPI de forma inadequada está em risco e coloca os colegas de trabalho na mesma condição. Muitas vezes, ele pode até danificar ou diminuir a vida útil do equipamento.

Por isso, o ideal é que as empresas realizem treinamento sobre segurança e sobre os equipamentos de proteção individual ao menos uma vez por ano. Algumas empresas até adotam curtas reuniões semanais ou mensais para tratar do assunto a fim de melhorar ainda mais a gestão de segurança.

2. Proteção coletiva não elimina os EPIs

Mesmo alguns funcionários cometem o erro de pensar que o fato de existirem medidas de proteção coletiva eles não precisam dos EPIs. Na verdade, essas duas medidas se complementam. Os equipamentos individuais conseguem garantir proteção em áreas que os coletivos não abrangem corretamente.

A falta de qualquer uma dessas medidas protetivas é um risco para a gestão de segurança de uma empresa. Portanto, lembre os funcionários sobre a necessidade da utilização dos EPIs, mesmo nos ambientes considerados seguros.

3. Armazene os EPIs da forma correta

O armazenamento incorreto de EPIs diminui sua eficiência. Eles podem se danificar e sua vida útil também pode ser reduzida por uso e armazenamento incorreto. O recomendado é ter armários e vestiários adaptados para guardar esses equipamentos.

Por isso, a Nilko disponibiliza armários que se adequam à legislação vigente. De acordo com as normas regulamentadoras NR 18 e 24, os armários em empresas que exigem roupas ou equipamento especial para trabalho devem ter uma divisória para guardar esses pertences. A divisória isola completamente as roupas de trabalho e o EPI do funcionário, mantendo-as em segurança.

Além disso, ter armários adequados ajuda a prevenir o contato dos EPIs com umidade e outros danos que podem ser causados em banheiros e vestiários.

4. Cobre o cumprimento das regras de todos colaboradores

Não é porque seu colaborador trabalha em um setor dentro do escritório que pode dispensar o EPI em áreas onde ele é obrigatório. Para garantir uma gestão de segurança eficiente, é necessário estabelecer normas, regras e rotinas que devem ser seguidas por todos os funcionários.

Usando essas dicas você contribui com a gestão de segurança da empresa, melhora o bem-estar do funcionário e o ambiente empresarial. Quer continuar recebendo dicas úteis para sua empresa ou indústria? Cadastre-se!