Nilko News

Dicas para planejar as regras para os funcionários em sua empresa

04 de outubro de 2018 -

Publicado por rd

Estruturar regras nas empresas requer muito bom senso, tanto dos gestores, quanto da equipe de funcionários e está longe de ser a tarefa mais divertida da administração de uma empresa. Regras e regimentos internos, no entanto, são fundamentais para garantir um bom ambiente de trabalho e para que todos se sintam respeitados e em igualdade.

Mas antes de definir o que os funcionários podem ou não fazer na empresa, é necessário considerar as características do seu negócio. As mudanças ajudarão a melhorar os resultados, ou tornarão o dia a dia de trabalho desanimador, deixando os funcionários com a sensação de que são monitorados?

Uma regra talvez seja abusiva para certo setor, mas determinante para o sucesso de outro. O uso de acessórios é um exemplo. Na indústria, questões de segurança talvez levem o gestor a proibir o uso de acessórios que podem causar acidentes de trabalho. Essa é uma regra que faz todo o sentido e não se configura como abusiva. Porém, uma loja de roupas não teria motivos para estabelecer essa proibição.

Exemplo de espaço para colaboradores.

Crie regras que garantam a segurança

Além de seguir o bom senso, as regras devem se pautar, principalmente, pelo aspecto da segurança. Em alguns locais, como em indústrias de produtos alimentícios, elas também devem obedecer normas de higiene.

Regras nas empresas não são uma forma de controlar o funcionário só porque o gestor quer. Na verdade, são um meio de manter a ordem e garantir um ambiente de trabalho melhor para todos. Por isso, a segurança deve ser um dos principais norteadores na hora de criar regras para funcionários.

Estabeleça limites para o uso do espaço

Alguns espaços são privados na empresa, outros não. Os armários em espaços comuns ou vestiários, por exemplo, precisam de uma função bem definida e clara para os funcionários. Empresas com um grande corpo de funcionários e indústrias disponibilizam ambientes com armários para troca de roupa.

As regras nas empresas precisam determinar que esses não são espaços particulares. Portanto, o gestor pode abri-los a qualquer momento e os funcionários não devem utilizá-los como um depósito pessoal.

 

O que proibir ou permitir para o funcionário?

Como o bom senso é uma parte do planejamento de regras nas empresas, é difícil determinar o que deve ou não ser uma norma. Será que proibir o uso do celular em espaço de trabalho é demais? E como lidar com as redes sociais?

O celular é uma questão comum. Muitos empregadores percebem queda na produtividade quando os funcionários têm acesso ao aparelho. Proibir seu uso em horário de trabalho não é algo errado caso o objetivo seja melhorar a produtividade. Qualquer regra pode ser definida, contanto que não passe por cima dos direitos dos indivíduos.

Estabelecer regras nas empresas é uma maneira de garantir o bom funcionamento da rotina empresarial. Sem elas tudo seria um caos e a produtividade sofreria muito. Bons gestores são capazes de avaliar a situação de sua organização e definir quais normas realmente são benéficas.

Quer aprender outras formas de tornar seu ambiente de trabalho melhor? Cadastre-se para receber mais conteúdos como este.