Nilko News

Como garantir o cumprimento das normas de segurança (NR)

10 de dezembro de 2019 -

Publicado por Nilko Armários

As normas de segurança (NR) são aquelas que ajudam empresas a conseguir certificados importantes. Eles comprovam a preocupação constante da empresa para garantir saúde e segurança ao trabalhador, melhorando sua imagem com o público e até com colegas da mesma área.

Quem deixa de cumpri-las aumenta o risco de acidentes, podendo levar a consequências desastrosas. Aprenda como aplicar essas normas na sua organização para colher todos seus benefícios.

O que são normas de segurança?

As normas de segurança, ou normas regulamentadoras (NRs), são criadas pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Atualmente, existem 36 delas com os mais variados objetivos.

As NRs surgiram para preservar a saúde e integridade dos trabalhadores. Para isso, criam procedimentos e estratégias para prevenção de acidentes por meio de atitudes individuais e coletivas.

Através desses procedimentos, as NRs são capazes de prevenir trabalhos em condições precárias e que possam prejudicar a saúde ou segurança de um indivíduo.

Tais NRs abordam temas variados, desde a prevenção de riscos ambientais, até trabalho em condições adversas, como altura. Elas abrangem a maioria das áreas de atuação empresarial do Brasil. Em alguns casos, é necessário aplicar mais de uma NR.

O que acontece com empresas que não cumprem as NRs?

As NRs são responsabilidade da empresa e do colaborador, mas a organização deve criar formas de reforçar o cumprimento das normas de segurança. Não cumpri-las significa estar sujeito a multas e outros processos judiciais.

Dependendo da área de atuação, a entidade fiscalizadora pode embargar a obra ou até interditar equipamentos que não atendem às normas. Descumprir as normas, portanto, pode trazer perdas significativas por causa dos altos valores das multas e da paralisação de uma atividade nos casos de maior risco.

Quando o descumprimento de regras de segurança leva a acidentes de trabalho, a situação se agrava. A empresa precisa compensar o colaborador acidentado, pagar adicionais de insalubridade e periculosidade e pode sofrer ainda uma ação civil pública.

Benefícios do cumprimento das NRs

As punições são muitas, assim como os benefícios. Uma organização que está em dia com suas normas de segurança consegue diminuir o risco de multas e de ações trabalhistas. Quando uma ação indenizatória tem sucesso, a empresa pode chegar a pagar mais de R$1 milhão em indenização.

Além disso, quando as normas são cumpridas, é possível diminuir o valor pago em adicionais para os trabalhadores. Para isso, é preciso elaborar um relatório mostrando o cumprimento das normas e a falta de necessidade do pagamento de alguns adicionais.

Até o seguro por acidentes de trabalho (SAT) pode cair quando uma empresa cumpre adequadamente as NRs. Ou seja, são benefícios para a empresa e seus colaboradores, que passam a trabalhar em mais segurança e mais motivados.

Como garantir o cumprimento das NRs

Uma organização que deseja cumprir as normas de segurança e conseguir seus benefícios precisa criar uma cultura organizacional voltada para isso. Assim, os próprios colaboradores servem de fiscais, ajudando a manter o uso de EPIs e outros itens de segurança adequadamente.

Também é essencial investir em espaços que estejam de acordo com as variadas NRs que abrangem sua área. Essas normas determinam diversas características para espaços de trabalho e convivência dos colaboradores.

A NR18 e NR24, por exemplo, determinam regulamentações para espaços de uso pessoal do trabalhador. Isso inclui áreas como vestiários, que devem ter armários com dimensões específicas para guardar o uniforme e o EPI, além de divisórias que permitam separar a roupa de uso diário dos uniformes de trabalho.

Aplique corretamente as normas de segurança na sua empresa e comece a colher os benefícios. Para receber mais dicas como essas se cadastre na Nilko.